Chatbots do futuro prometem novas experiências com o usuário

Os assistentes virtuais por comando de voz não são mais uma novidade no mercado. Como exemplo disso, temos o assistente virtual do Google que facilita a vida de milhares de pessoas todos os dias. Em um mundo onde a praticidade é a mãe da produtividade, nada melhor do que ter um robô que seja capaz de pensar e selecionar as melhores opções para otimizar seu dia a dia. Assim, as escolhas do usuário passam a ser muito práticas e as ações mais próximas do seu estilo de vida. A expansão desse modelo de chatbot tem sido muito rápida, o que promete que mais funcionalidades sejam possíveis em um curto espaço de tempo.

A princípio, a Siri da Apple ou o assistente virtual do Google são programados para tocar uma música, acionar o alarme ou realizar uma busca na internet a partir da solicitação do usuário. Segundo o Jornal da USP, há especialistas da área que acreditam que a inteligência artificial por trás dessa inovação não vai apenas ampliar a oferta de funções que eles podem executar, mas também desenvolver novas técnicas capazes de capturar melhor as relações entre as palavras. Isso nada mais é do que o uso da linguagem natural, tecnologia que entende a linguagem do ser humano sem a necessidade de correções semânticas ou de regionalização. 

Especialista no desenvolvimento de chatbots, a InBot já utiliza essa tecnologia há muitos anos em seus projetos, pois acredita ser uma maneira de aproximação com o usuário. Essa é também uma forma de explorar a inteligência artificial a favor da praticidade no dia a dia, bem como nas relações empresariais, já que esse é o futuro da comunicação. Assim, em um futuro próximo, a tendência é que os assistentes virtuais, tanto de uso particular como de uso comercial, estejam ainda mais voltados à experiência do cliente.

Muitas dessas tecnologias já vêm sendo estudadas e implantadas, inclusive nos produtos da InBot. A empresa reforça que busca sempre pelo desenvolvimento de chatbots mais próximos à realidade de quem irá utilizá-lo, bem como ao que o mercado oferece de possibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *